Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



"Os diletantes são-no geralmente de ideias ou de emoções - porque para compreender todas as ideias ou sentir todas as emoções basta exercer o pensamento ou exercer o sentimento, e todos nós, mortais, podemos, sem que nenhum obstáculo nos coarcte, mover-nos liberrimamente nos ilimitados campos do raciocínio ou da sensibilidade.” Eça de Queiroz

Concertos que não v(ere)i

JAC, em 09.09.13

Vinicius de Moraes. Uma mesa com whisky e gelo. Toquinho, Tom e Miúcha. Esta preciosa gravação feita em Itália deixa a memória do que poderia ser um concerto com Vinicius. Tal como as fantásticas gravações, em disco, dos concertos "en La Fusa" em Mar del Plata, o concerto seminal no "Au Bon Gourmet", ou a etílica noite em casa de Amália.

"Poeta, diplomata, o branco mais preto do Brasil". Vinicius foi Vinicius, um personagem ímpar ao qual não seria possível ficar indiferente. Dos seus concertos fica a memório dos registos e a enorme pena de não poder ter lá estado, num qualquer deles, a ouvir a sua poesia ao som dos acordes de Tom ou Toquinho e do gelo a rodar no copo de whinsky que ia esvaziando.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



os diletantes

JdF
Joana da Franca

JAC
João Albuquerque Carreiras

João A. Moreira
João Almeida Moreira

ajbarrote
Jorge Barrote

osdiletantes@sapo.pt





pesquisar

Pesquisar no Blog  




Google Analytics