Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



"Os diletantes são-no geralmente de ideias ou de emoções - porque para compreender todas as ideias ou sentir todas as emoções basta exercer o pensamento ou exercer o sentimento, e todos nós, mortais, podemos, sem que nenhum obstáculo nos coarcte, mover-nos liberrimamente nos ilimitados campos do raciocínio ou da sensibilidade.” Eça de Queiroz

A febre dos hamburgers (ditos) gourmet

JAC, em 09.10.13

A coisa começou suave, com a sigla H3 a invadir os centros comerciais. Resistiam então alguns clássicos que foram sobrevivendo aos anos, como o Great American Disaster. Hoje, começa a ser difícil andar em Lisboa sem tropeçar numa nova hamburgueria, quase sempre dita gourmet, especial, única. Porque são sempre muito gourmet, com as receitas dos ditos pesquisadas por especialistas ao longo de meses e os pães com secretas fórmulas caseiras de origem quase alquímica. Por muito que se queira sofisticar a coisa, um hamburger é um hamburger. Há uns melhores, outros piores. Há batatas boas e batatas más. Não vejo como tornar isto numa elaborada batalha gastronómica e com ela tomar conta das ruas desta cidade. Qualquer dia ainda fazem um hamburguer em pastel de massa tenra ou um cozido com hamburguer DOP. Gosto de um bom hamburguer, mas hoje em dia corro o risco de ficar submerso em carne picada gourmet ao andar pelas ruas de Lisboa.

Autoria e outros dados (tags, etc)



os diletantes

JdF
Joana da Franca

JAC
João Albuquerque Carreiras

João A. Moreira
João Almeida Moreira

ajbarrote
Jorge Barrote

osdiletantes@sapo.pt





pesquisar

Pesquisar no Blog  




Google Analytics